Portal Revista Opinião

Em Live, empresária realiza roda de conversa sobre as dificuldades enfrentadas durante pandemia

Matéria publicada em, 15 de julho de 2020

Por Jayranne Melo

O trabalho dos músicos e empresários sem dúvidas estão sendo uns dos mais afetados diante da pandemia de coronavírus, uma vez que os profissionais dependem muita da população para que ocorram suas atividades. Isso esbarra, justamente, em uma das principais medidas preventivas adotadas pelos governos no enfrentamento à covid-19, que é a de evitar aglomerações.

Na noite desta última terça- feira (14), na cidade de José de Freitas, Piauí a Empresária, Assistente  Social e Pré-Candidata Helena Barros realizou uma roda de conversa em Live com músicos e empresários com um assunto bem debatido, sobre as dificuldades enfrentadas por essas duas classes durante a pandemia de COVID-19.

 

Estas classes diminuiram suas atividades desde o início de março, quando o governo estadual adotou as primeiras medidas de restrição para evitar o avanço do novo coronavírus. Desde então, artistas que viviam exclusivamente da música e empresários de ramos específicos que não seja de alimentação, têm enfrentado dificuldades neste momento de insegurança.

Para entender melhor como essas duas classes estão enfrentando esse momento, a empresária Helena Barros ouviu os cantores freitenses  Gogó de Ouro, Kássio Play do Forró Vip, Rodrigo integrante do Forró Elegancy e a empresária no ramo de Decoração e Festas Fabianna Neves.

Empresária Fabianna Neves, Gogó de Ouro, Cássio Play e Rodrigo Forró Elegancy

Com uma média de vários shows por mês, esses cantores conseguiam sobreviver exclusivamente da música antes da pandemia. Agora, eles vivem um momento de muitas incertezas diante do cenário causado pela transmissão acelerada da doença.

Conforme o cenário atual, as plataformas digitais se tornaram o principal elo entre a músicos e os espectadores. No entanto, os artistas locais estão investindo em lives  solidárias para poderem custear gastos e se manterem de uma certa forma.

Com o início das medidas restritivas que resultaram no cancelamento dos eventos culturais, o cantor Gogó de Ouro relata que está sendo muito difícil se manter durante essa pandemia, que no momento conta somente com a ajuda do Auxílio Emergencial do Governo Federal e torce para que tudo volte ao normal e retorne às suas atividades como cantor.

Para o cantor Rodrigo do Forró Elegancy, a melhor forma de driblar o momento atual foi através das lives, pois o mesmo conta a ajuda de patrocínios para realização das mesmas e também relatou que conta com ajuda do Auxílio Emergencial, mas destaca a problemática da demora em receber o pagamento, tão tal as ferramentas do aplicativo por não terem o devido funcionamento, prejudicando não só os músicos que recebem o auxílio mas como também os trabalhadores em geral.

Já para o cantor Cássio Play do Forró Vip, as  lives  tem os dois lados, um que beneficia e por outro lado não. Ele destaca a importância do público presente nos shows, que animam e dão mais vida às apresentações. A live  somente interte os espectadores, o que é bom, mas por outro lado, os músicos precisam se reinventarem para não tornar algo repetitivo e abusivo ao público.

Foram abordadas ideias para que o Poder Público, de uma certa forma, possa ajudar para que essas classes possam arcar com suas despesas pessoais, mas o mais gratificante para esses músicos é a satisfação do público pós shows, que infelizmente terão de esperar essa pandemia passar para voltar a curtir o “piseiro” nas apresentações. 

A empresária no ramo de festas Fabianna Neves diz que o maior impacto durante essa pandemia foi a falta de decorações, pois todo fim de semana ela tinha a certeza de que teria festas para ornamentar e agora em meio essa situação os agendamentos caíram muito.

Helena Barros enalteceu o trabalho dos músicos freitenses e destacou que o Governo Federal está trazendo um projeto para os mesmos, através de uma emenda parlamentar que contribuirá com as atividades dessa classe em meio a pandemia.

A Live teve mais de 3,5 mil visualizações e foi bem aceita pelos espectadores que puderam aproveitar para curtir a apresentação dos músicos presentes já no finalzinho da live. Helena Barros agradeceu a presença de todos e estará realizando outra Live com outro tema tão importante quanto este.

 


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO