Professores municipais decidem entrar em greve em José de Freitas

Matéria publicada em, 26 de março de 2012

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (26/03), na sede do SISMUJOF (Sindicato dos Servidores Municipais de José de Freitas-PI), uma assembleia geral com professores e demais servidores, para deliberar sobre o Novo Plano de Cargos e Carreira do Servidor Municipal.

Servidores, por unanimidade, decidindo pela paralisação das aulas nas escolas municipais

 

Na ocasião ficou decidido por unanimidade que os professores paralisarão suas atividades a partir de hoje (26), por tempo indeterminado, e só retornarão às salas de aulas quando houver um acordo entre a prefeitura e o sindicato.

Professor Josué Cruz conclamando a todos pela greve e professor Ronaldo explicando as reivindicações para a assembleia

 

Entre as reivindicações que levaram à decisão de hoje, estão o descumprimento do piso salarial do magistério, que hoje é de R$1.451,00 (mil e quatrocentos e cinquenta e um reais), a retirada do direito à gratificação de regência pela atuação em sala de aula e a retirada dos servidores administrativos do novo plano de cargos e carreira do servidor municipal que será levado à votação na Câmara Municipal na sessão de hoje à noite.

Entenda as reivindicações do SISMUJOF:

1- Cumprimento do Piso Salarial do Magistério, que hoje é de R$1.451,00 (mil e quatrocentos e cinquenta e um reais), sem perdas de direitos contemplados no plano anterior;

2- Reajuste de acesso de classe igual ou superior a 20% do vencimento básico dos professores, que no plano atual é de 30%, e na proposta do executivo no novo plano ficará em 15%.

3- Gratificação de exercício na zona rural (ajuda de custo) correspondente a 10% do vencimento inicial na carreira;

4- Garantia do direito à regência como incentivo à permanência do professor em sala de aula, de pelo menos 20% do vencimento, que no plano atual é de 30% e na proposta do executivo é incorporada ao piso salarial, ou seja, acaba com o direito;

5- Garantia de inclusão dos servidores administrativos no novo Plano de Cargos e Carreira dos Servidores Municipais, que até então não são incluídos em nenhum plano e foram retirados do novo plano encaminhado pelo executivo à câmara.

Durante a assembleia de hoje, o presidente do SISMUJOF, professor Ronaldo, conclamou a todos os servidores a se fazerem presentes amanhã à noite, a partir das 19 horas em frente à câmara municipal, para protestar pela não aprovação do novo plano encaminhado aos vereadores pelo prefeito Ricardo Camarço.

Ronaldo disse ainda que vai redigir um ofício sobre a decisão de greve tomada hoje em assembleia pelos professores da rede municipal e encaminhará a cada uma das escolas do município.

Buzinaço realizado pelos servidores passando em frente a secretaria de educação e a prefeitura

 

Depois da assembleia, os servidores saíram em passeata fazendo um buzinaço, saindo da sede do SISMUJOF, passando em frente à secretaria de educação e a prefeitura municipal, retornando à sede do sindicato.

A greve é por tempo indeterminado e o sindicato aguardará a proposta do executivo e espera se reunir com o próprio gestor, o mais breve possível, para negociar as reivindicações feitas pela entidade e acabar com o impasse.

Da Redação

 


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO