Portal Revista Opinião

Dupla rouba R$ 17 mil reais de idoso e vítima é deixado amarrada e amordaçada em José de Freitas

Matéria publicada em, 1 de julho de 2020

Mais uma residência foi alvo da ação de criminosos na zona rural de José de Freitas, desta vez, a casa do trabalhador rural aposentado, de 71 anos de idade, Antônio da Cunha Silva, que fica na localidade São Pedro, região do Canto do Saco deste Município, foi invadida por voltas das 18h45min da última segunda-feira, (29) por dois elementos armados com revólver e na ocasião o idoso foi rendido e viveu momentos de desespero e medo nas mãos dos bandidos durante o assalto.

A reportagem do Revista Opinião, conversou por telefone com a vítima, e segundo ele, mora sozinho e estava na cozinha preparando seu jantar, quando foi surpreendido com os dois indivíduos no interior da sua residência, com armas em punho e anunciando o assalto. Sem esboçar qualquer tipo de reação, a vítima contou que foi rendido pelo pescoço por um dos indivíduos e levado para o quarto do imóvel, onde foi amarrado com uma corda com as mãos para trás e amordaçado com um pano na boca, ficando impedido de pedir socorro.

Em seguida os bandidos passaram a revirar todo o quarto a procura de dinheiro, durante ação criminosa, o idoso foi agredido com uma coronhadas de revólver na cabeça, chegando inclusive a dar entrada no hospital Nossa Senhora do Livramento, em José de Freitas, com um corte na cabeça. Após alguns minutos de muita tortura física e psicológica, os bandidos deixaram o local levando uma motocicleta Honda 125, de cor preta e  um montante no valor de R$ 17 mil reais em espécie que o aposentado guardava em casa.

O Portal Revista Opinião, perguntou a vítima a origem do dinheiro, o idoso respondeu que o montante levado pela dupla, boa parte é oriundo da vendas de animais da sua propriedade, e também fruto de muito trabalho e de suas economias ao longo dos anos. O dinheiro seria usado para compra de medicamentos e ração para seu rebanho, além de outras finalidades. O total estava guardado dentro de uma sacola em um canto do quarto e também no guarda roupas, falou Sr. Antônio Cunha.

Após o assalto, populares acionaram a polícia militar, que esteve no local. O Capitão Pedro, comandante da Força Tática do 16° BPM, informou que a vítima não soube precisar as características dos bandidos, pois os acusados estavam usando boné e máscara no rosto. O militar assegura que o assalto foi parada-dada, e a dupla foi ao local apenas buscar o dinheiro do aposentado.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO