Do Maranhão para José de Freitas, jovem se destaca no Jiu-Jitsu pelo mundo afora

Matéria publicada em, 30 de maio de 2018

Revelado em um projeto social o lutador, Genilson Ferreira Cardoso, Jacaré, como é mais conhecido, de 27 anos, apesar de ter iniciado no Jiu-Jitsu tarde, iniciando no esporte em 2006, barreiras essas que não lhe impediram de conseguir resultados significativos para qualquer praticante da modalidade.

Jacaré como ele mesmo gosta de ser chamado, tem em um dos cômodos da sua casa,   uma infinidade de medalhas conquistadas com muito esforço ao longo de sua carreira no esporte, cerca de 107.

Arbitro renomado, com cursos nas principais federações do Jiu-Jitsu, bem como; CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Desportivo) e FIJJD (Federação Internacional de Jiu-Jitsu Desportivo).

Genilson foi destaque nos campeonatos de lutas casadas, piauiense, maranhense, cearense, no Distrito Federal, Rio Grande do Norte e na Bahia e no campeonato mais importe do Mundo, nos Estados Unidos CBJJ em 2013.

O jovem atleta já conquistou o piauiense por 09 vezes na sua categoria, também já levou o Norte-Nordeste e terceiro colocado no brasileiro de 2008. E neste ano, conquistou o campeonato  na copa Mercosul na Argentina em 2012 e em 2018 terceiro colocado no mundial da CBJJE em São Paulo.

O Coronel Luiz Oliveira é o  grande responsável pelo seu talento invejável no QG da Luta em José de Freitas. Mais maduro Jacaré tem vários projetos engatilhados, com o apoio de sua esposa, sendo um deles, retomar sua carreira como lutador profissional e dá prosseguimento de onde parou,  além de recrutar novos talentos no projeto social QG da luta.

Por Thais Lima 


Revista Opinião