Portal Revista Opinião

Criminoso que aterrorizou José de Freitas morre durante confronto com a polícia paulista

Matéria publicada em, 8 de julho de 2020

O homicida freitense de alta periculosidade, Carlos André Carneiro de Andrade, 30 anos de idade, vulgo “Carlim Matador” que estava foragido da Justiça piauiense, veio a óbito na noite desta terça-feira (07 de Julho 2020), durante um confronto com policiais militares do Batalhão de Ações Especiais da polícia militar do Estado de São Paulo, fato ocorrido em uma chácara na zona norte do Município de São José dos Campos, naquele Estado.

Carlos André, durante prisão em José de Freitas (Arquivo)

De acordo com informações chegadas a redação do Portal Revista Opinião, a ação policial que culminou na morte de Carlim, aconteceu após uma intensa troca de informações da polícia militar do Piauí, por meio da 2° CIA do 4° Batalhão da cidade de Valença e militares de São Paulo, que após localizarem o endereço do piauiense natural de José de Freitas, no Bairro dos Freitas na cidade de São José dos Campos, os PMs do Batalhão de Ações Especiais, foram até o local cumprir o mandado de prisão expedido pela Justiça deste Município, culminando em sua própria morte.

Ainda segundo informações, Carlos André, tentou escapar do cerco policial correndo por um matagal e disparando contra a força policial, oportunidade que houve um confronto com a PM, sendo que o foragido, levou a pior, e acabou morrendo após ser alvejado. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38 com duas munições deflagradas. Segundo informações, ele usava documentos falsos, e era conhecido como José Eduardo, familiares estão trabalhando para transladar o corpo para José de Freitas, onde será sepultado.

Carlos André, tinha uma extensa ficha criminal, e era acusado dos crimes de tentativa de homicídio, homicídios e envolvimento com o tráfico de drogas em José de Freitas, sendo preso algumas vezes pela polícia local, um dos últimos crimes a ele atribuído, teve como vítima, o ex-Cabo do Exército brasileiro, José Daniel Melo de Sousa, morto com requintes de crueldades na madrugada do dia 4 de Agosto 2017, na Avenida de Fátima, nesta cidade, além de outros crimes que deixou a população freitense aterrorizada.

A polícia militar e civil do Estado do Piauí, principalmente da cidade de José de Freitas, estavam a procura do criminoso há pelo menos três anos, deste a morte do ex-cabo do exército, o mesmo estava sumido do radar da polícia. O Serviço de Inteligência da polícia piauiense, o ex-Coordenador da delegacia de José de Freitas, 17º DP, Gilson Ferreira e o 4º batalhão de Valência-PI, participaram da troca de informações para localizar o endereço do freitense em São José dos Campos.

Carlos André, foto atual (Exclusivo Revista Opinião) POLICIA MILITAR


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO