Portal Revista Opinião

Crime ambiental em Assentamento na zona rural de José de Freitas é denunciado ao Ministério Público

Matéria publicada em, 5 de março de 2020

O professor João Paulo esteve na manhã da última terça-feira, 03, no prédio do Ministério Público de José de Freitas, e na oportunidade denunciou um crime grave contra o meio ambiente que esta acontecendo no Assentamento Serra Azul, deste Município.

De acordo com o denunciante, uma área de preservação ambiental está sendo devastada pela ação do homem, no local foi constatado a retirada irregular de madeira para fabricação do carvão vegetal. Ainda segundo a denúncia, várias palmeiras de coco babaçu foram cortadas, além da exploração de jazidas de pedras, tudo isso em plena área de preservação ambiental, há poucos metros do nascente de um rio.

Dentre os crimes ambientais denunciados, está a destruição da nascente de um riacho, o uso de explosivo do tipo dinamite para ter acesso às jazidas de pedras dentre outros. No local contém varias fornos de argila para transformar a madeira em carvão.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO