Portal Revista Opinião

Criciúma rebaixado, Botafogo e Bahia quase degolados e Palmeiras ameaçado; veja contas

Matéria publicada em, 24 de novembro de 2014

A rodada do final de semana decretou o primeiro degolado do Brasileirão: o Criciúma. Os jogos de domingo também apertaram bastante a corda nos pescoços de Botafogo e Bahia, que só se salvam agora por um milagre. Resta, portanto, a briga contra a última vaga na Série B. E cinco times ainda brigam para evitar o rebaixamento.

MAGO

A verdade, porém, é que mesmo a briga pela última posição do Z-4 acabou ficando polarizada. Com os resultados do final de semana, Vitória e Palmeiras são agora os times mais ameaçados. Coritiba e Chapecoense deram um enorme passo para se manterem na primeira divisão, e o Goiás tem chances apenas simbólicas de visitar a Série B do ano que vem.

Quem cumpriu a missão neste domingo foi o Figueirense. Com o triunfo diante do Vitória, o time catarinense afastou de vez qualquer perigo de rebaixamento. Assim, a ‘zona do marasmo’ no Campeonato Brasileiro agora conta com cinco times que não brigam por mais nada: Atlético-PR, Flamengo, Sport e Santos, além do próprio Figueirense.

VEJA COMO ESTÃO AS CONTAS PARA CADA TIME

  • CRICIIÚMA, 31 pontos
  • Sport (C), 29/11
  • Corinthians (F), 07/12
  • JÁ REBAIXADO 
  • BOTAFOGO, 33 pontos
  • Santos (F), 30/11
  • Atlético-MG (C), 07/12
  • Só a matemática segura o Botafogo na primeira divisão. Para se salvar, precisa vencer as duas, torcer para o Bahia perder ao menos um ponto, para o Vitória fazer no máximo um ponto e para o Palmeiras perder as duas partidas que ainda vai fazer. Um verdadeiro milagre
  • BAHIA, 34 pontos
  • Cruzeiro (C), 30/11
  • Coritiba (F), 07/12
  • Também se mantém na elite apenas pela matemática, praticamente. Precisa ganhar as duas partidas que ainda tem, torcer para o Vitória não ganhar mais nenhuma vez e para o Palmeiras perder as duas partidas que ainda vai fazer
  • VITÓRIA, 38 pontos
  • Flamengo (F), 29/11
  • Santos (C), 07/12
  • Precisa ganhar as duas e torcer para o Palmeiras tropeçar e deixar de vencer ao menos uma das partidas que tem a fazer
  • PALMEIRAS, 39 pontos
  • Internacional (F), 29/11
  • Atlético-PR (C), 07/12
  • Dos males, o menor: o Palmeiras, ao menos, depende apenas de si. Se salva se vencer os dois jogos que ainda tem para fazer
  • CORITIBA, 41 pontos
  • Atlético-MG (F), 30/11
  • Bahia (C), 07/12
  • Precisa de quatro pontos para afastar de vez o fantasma do rebaixamento
  • CHAPECOENSE, 42 pontos
  • Cruzeiro (C), 30/11
  • Goiás (F), 07/12
  • Quase livre: sem depender de outros resultados, se salva com mais uma vitória
  • GOIÁS, 44 pontos
  • Atlético-PR (F), 30/11
  • Chapecoense (C), 07/12
  • Quase que nem tem mais chances matemáticas de cair. Só será rebaixado se perder as duas partidas e for vítima de uma combinação incrível de resultados: ao menos uma vitória da Chapecoense, ao menos quatro pontos do Coritiba, duas vitórias do Palmeiras e duas vitórias do Vitória. O time baiano ainda tem que tirar a diferença no saldo (-3 a -12 hoje).

fONTE: msn


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO