Criança é estuprada e morta em Demerval Lobão. Parente suspeito está desaparecido

Matéria publicada em, 12 de fevereiro de 2013

A polícia de Demerval Lobão investiga um novo suspeito de ter estuprado e matado a menina Débora Maria da Conceição, 5 anos, na noite de ontem (11). O coordenador do 16º Distrito Policial, Valter Damasceno, informou que se trata de outro parente da vítima.

crianca-demerval-lobao

Ainda na noite de ontem, após o corpo da criança ser encontrado, a polícia prendeu dois suspeitos: um meio-irmão da vítima e um irmão de criação da mãe. Ambos foram liberados por falta de provas. “Mas a polícia não tem dúvidas de que, quem quer que tenha cometido o crime, é muito próximo da família”, ressaltou o coordenador.

O novo suspeito não está na cidade. As polícias Militar e Civil de Demerval Lobão intensificaram as buscas no sentido de capturá-lo e esperam que seu depoimento ajude a desvendar o crime. O delegado Tales Gomes, titular da delegacia, já ouviu seis depoimentos sobre o caso.

O corpo de Débora Maria foi liberado do Instituto Médico Legal por volta das 16h desta terça-feira (12) e está sendo velado na casa da mãe, de onde havia desaparecido na tarde de ontem. O clima na cidade é de comoção. A menina deve ser enterrada ainda hoje.

Entenda o caso 

Por volta das 16h30 da tarde de ontem, a mãe de Débora, Divânia Conceição de Sousa, 23 anos, percebeu que a filha havia desaparecido da calçada de casa, onde brincava com três irmãs menores que ela.

Todos os parentes ajudaram nas buscas, mas o corpo da menina só foi encontrado por volta das 21h, em um mato próximo a um açude da cidade, a cerca de 100 metros da casa de onde foi levada.

O corpo estava nu e ensanguentado. A menina tinha hematomas na cabeça, no pescoço, braços e no tórax. A polícia suspeita de que ela tenha sido estuprada e morta em seguida, por asfixia.

O corpo de Débora passou por exames na Maternidade Evangelina Rosa, onde foi colhido amostras de sêmen para comparação com o DNA dos suspeitos.

Fonte: cidadeverde


Revista Opinião