Portal Revista Opinião

Prefeitura de José de Freitas estima gastar quase 100 mil reais com aquisição de caixões e material fúnebre

Matéria publicada em, 19 de julho de 2020

A Prefeitura Municipal de José de Freitas no Piauí, que é comandada pelo prefeito Roger Coqueiro Linhares, divulgou no diário oficial dos Municípios na edição do último dia 10 de julho 2020, um extrato de dispensa de licitação de uma estimativa de gastos com a aquisição de 50 caixões, também conhecido como ‘urna funerária’ que o Município pretende assegurar no valor de 90,000,00 (Noventa mil reais), para atender a população freitense no período da pandemia do Coronavírus, caso for necessário.

Ainda segundo documento publicado no Site Oficial do Diário dos Municípios, a empresa selecionada para fornecer os caixões, serviço e material funerário, foi a Nacional Pax Serviços Póstumos LTDA-ME (Pax União), escritório de José de Freitas, cada caixão custará um total de R$ 1.800,00 (Mil e Oitocentos Reais) a unidade, incluindo também os serviços de translado, preparação do corpo, finalizando com o sepultamento.

A aquisição dos caixões está sendo assegurado em regime de urgência por conta da pandemia do Novo Coronavírus, o extrato administrativo é vinculado ao processo Administrativo de N° 055/2020 da Prefeitura Municipal de José de Freitas, e tem como requerente a Secretaria de Administração e Finanças, os serviços fúnebres, bem como as urnas, serão destinadas para a Secretaria Municipal de Assistência Social, fazer o gerenciamento e utilizar quando for necessário.

O assunto dividiu opiniões e está sendo bastante comentado nas redes sociais e na cidade, muitos alegam desnecessário o gasto exorbitante com caixões e serviços fúnebres por parte da Prefeitura Municipal de José de Freitas, justificando outras áreas de maior prioridade para gastar com a população uma quantia tão alta.

O presidente Municipal do Partido Verde (PV), Edmílson Oliveira, se posicionou por meio de um áudio nas redes sociais, contra a atitude do Prefeito, segundo ele, é muito desalentador o problema por qual todos nós estamos passando com essa pandemia do Coronavírus, o desalento aumenta quando a prefeitura Municipal canaliza recursos para comprar caixões, Edmílson, se dirigiu na oportunidade ao departamento jurídico e ao gestor do Município, que revogue, descrevendo tal ato de infeliz.

Acrescentando ainda, se um freitense falecer, o departamento social do Município, dispõem de recursos do governo federal para ser inclusive gastos na compra de urnas funerárias, finalizando suas colocações, dizendo que a voz sensata da sociedade freitense não aceita o dinheiro que a união federal destina para José de Freitas, ser gasto na compra de caixões, “A verba é para promover vidas, com medicina preventiva e outras ações de combate a pandemia” disse Edmílson.

O Vereador Alfredo Holanda, também se manisfestou contra os gastos com urnas e serviços funerários. O parlamentar também publicou um áudio em um grupo de Whatsapp, lamentando a atitude do chefe do executivo Municipal, ” O que queremos é prevenção e controle desta doença, (se referindo a Covid-19), com mais ações, compra de medicação e mais testes rápidos, assistência e acompanhamento das famílias que estão acometidas da doença, é muita propaganda e pouca ação, disse o Vereador.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO