Confira os jogos da 5ª rodada do Campeonato Piauiense de Futebol

Matéria publicada em, 23 de fevereiro de 2013

A quinta rodada do Campeonato Piauiense de Futebol terá quatro jogos muito importantes, já que seus resultados podem modificar a ordem dos times na classificação.

Veja a classificação atual:

classificação piauoines

Neste sábado (23) serão realizados 3 jogos:

EM FLORIANO – CORI-SABBÁ x BARRAS

O alvinegro da Princesa do Sul tem apenas 1 ponto ganho e vai tentar abrir um caminho de recuperação. O Barras está com 4 pontos ganhos e precisa chegar aos 7 para tentar uma vaga na zona de classificação.

EM PARNAÍBA – PARNAHYBA x PIAUÍ

Enfrentando problemas com jogadores, que reclamam por salários atrasados, o time entra em campo neste sábado contra o Piauí. O Parnahyba tem 7 pontos e chegará aos 10 em caso de vitória. Já o Piauí está animado pela vitória de 4 x 2 sobre o Barras, deixando-o com 5 pontos. O objetivo agora é vencer e ficar entre os 4 primeiros.

EM PICOS – PICOS x RIVER 

Jogo muito importante. Os dois times estão muito próximos na classificação. Picos tem 6 pontos e River tem 7. O River vem de uma derrota de 2 a 0 no clássico contra o Flamengo, domingo passado, e ainda joga sem o zagueiro Marcelo, entregue ao departamento médico, e o meia Marabá, suspenso. O time precisa da vitória pra afastar a descrença da torcida. Já o time do Picos, que joga em casa, ainda não perdeu como mandante: foram 2 jogos e 2 vitórias. Mais uma vitória hoje no Helvídio Nunes deixará o time na boa na classificação.

Apenas um jogo acontecerá no domingo (24). Confira: 

EM TERESINA – FLAMENGO x 4 DE JULHO 

O Colorado ainda não venceu no Campeonato. Tem apenas um ponto e vai lutar para quebrar a invencibilidade do líder Flamengo. Os rubro-negros estão tranquilos. Lideram o Campeonato com 10 pontos ganhos e vêm de uma vitória no Rivengo por 2 x 0. O volante Alessandro voltará ao time e Niel está escalado na lateral direita.

 river e fla

Da Redação                                                                           Fonte: cidadeverde


Revista Opinião