Portal Revista Opinião

COMEÇO DO PROJETO E REALIDADE DE UM SONHO

Matéria publicada em, 29 de maio de 2011

Clube Bandeirantes na PI-113 - José de Freitas/Cabeceiras

No ano  de 1991, algumas famílias organizaram uma festa de revellon, e os convidados foram um seleto  grupo de casais de nossa sociedade. Com o sucesso da festa, sentiram  a necessidade do entretenimento, do lazer e do social. No calor da emoção,  ali mesmo, abriram discussões no sentido de viabilizarem um clube social.

Na tarde do dia 2 de janeiro do mesmo ano,  na rua Edgar Gaioso, ao lado do Banco do Brasil,  na famosa Paissandu, um grupo de amigos, fazendo a resenha da referida e ao mesmo tempo buscando uma saída para sua criação, teve como o maior entusiasta da ideia o senhor Hudson Veras de Sampaio Almendra.  Naquele momento nascia o projeto do Clube. Seu Hudson foi uma espécie de locomotiva. Organizado, empenhado, dedicado e comprometido, formou a 1ª diretoria da qual foi aclamado o 1º presidente. Destemido e corajoso, juntos, logo começamos uma grande maratona de trabalho, fizemos a aquisição de um terreno e começamos a estruturar. Com a falta da cifra, o projeto virou sonho. Passamos, então, por momentos difíceis, angustiantes,  e amargamos  o desalento de alguns, porém tínhamos tenacidade e acreditávamos que o projeto era indelével.

O Sr. Hudson, por um motivo e outros, entendeu que deveria afastar-se, mas ficaria contribuindo  de outra forma.

Como numa batalha sempre tem um mártir, nesta luta eu e a Giselda Freire fomos oferendas de sacrifício, pois desde a fundação estamos na linha de frente, ou melhor, na tropa de choque, embora outros também tenham contribuído e enfrentado as adversidades.

Nesta trajetória, muitos esmoreceram e não acreditavam mais, mas nós, de cabeças erguidas, buscávamos alternativas e soluções para a concretização desse sonho.

Queremos agradecer e enaltecer a compreensão e a paciência dos associados pela  elegância na educação, mas acima de tudo, por serem ordeiros e pacíficos. Queremos dizer-lhes que o espaço físico da associação é um patrimônio de todos nós, e vocês são os tesouros do clube.

De forma particular eu agradeço a missão a mim confiada, embora árdua e espinhosa, contudo gratificante. Também sou envaidecido pela nomenclatura que lhe foi dada, pois entre os nomes apresentados foi escolhido o que eu apresentei: “Clube dos Bandeirantes”.

Hoje, estou contente e anestesiado de alegria. Neste momento épico, gostaria de dividir essa felicidade com todos os bandeirantes, pois precisamente depois de 20 anos e 146 dias se concretiza a 1ª fase do projeto e se realiza parte do sonho. Nesta manhã apoteótica de 29 de maio de 2011, agora, de fato, podemos deleitarmos de um lugar aprazível e um espaço aconchegante.

Parabéns aos associados e à Família BANDEIRANTES!

Muito obrigado,

Faustino Alves dos Reis Neto

2º Tesoureiro

Veja mais fotos do clube:

Entrada Principal

Visão interna do clube

Cadeiras postas antes da realização da Assembleia de inauguração da sede do clube

Campo de futebol society para os sócios do clube

Composição da mesa de honra - destaque para o presidente de honra do clube, Sr. Hudson Veras

Mesa de honra

Assembleia contando com a ilustre presença de um dos sócios do clube, o Des. José Bonifácio

Crianças tomando banho na piscina do clube

Sócios assinando a ata de inauguração do clube

Paisagem do clube - ao fundo um quiosque e a piscina

Cajueiros embelezando a paisagem do clube


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO