Buraqueira na PI-113 entre José de Freitas e Cabeceiras facilita a ação de assaltantes

Matéria publicada em, 29 de março de 2011

Os registros de assaltos estão acontecendo com frequência, principalmente no período da noite. 

Quem viaja para a região norte do estado passando pela PI-113 está correndo sério risco de ser assaltado. É que, devido à situação calamitosa em que se encontra o trecho entre a localidade Olinda, município de José de Freitas e a cidade de Cabeceiras, os motoristas têm que reduzir a velocidade, percorrendo grandes trechos com velocidade abaixo dos 10 km/h, momentos que são aproveitados pela quadrilha para realizarem os assaltos.

Descaso do governo estadual

O trecho da PI-113 que fica entre os municípios de José de Freitas e Cabeceiras teve suas obras de recapeamento asfáltico iniciado no primeiro semestre do ano passado (2010). No entanto, há mais de sete meses a construtora Sucesso, responsável pelas obras, abandonou o canteiro de obras alegando falta de pagamentos por parte do governo do Estado. A construtora ainda concluiu 30 Km de asfalto, da sede do município de José de Freitas até o povoado Olinda. Sendo que, deste povoado até o município de Cabeceiras do Piauí restam 20 Km, os quais estão praticamente intrafegáveis. O trecho de 20 km que antes era feito em 10 ou 15 minutos, agora os motoristas gastam cerca de 1 hora para percorrê-lo.

Da Redação


Revista Opinião