Portal Revista Opinião

Bolsa família: beneficiários lotam agência da caixa atrás de bônus ‘Dia das Mães’ em José de Freitas

Matéria publicada em, 19 de maio de 2013

Beneficiários do Programa Bolsa Família no Piauí lotaram as agências da Caixa Econômica Federal neste domingo (19), após boatos sobre o pagamento de um bônus pelo Dia das Mães. A falta de uma informação oficial e a ausência de funcionários e segurança para organizar as filas, resultou em pequenos tumultos em boa parte das agências.

Em José de Freitas houve muita gente na porta da agência. “Me falaram que tinha um benefício extra pelo Dia das Mães e eu vim conferir”, disse a dona de casa Maria Ducarmo, moradora do bairro Cidade Nova, em José de Freitas.

Tumulto em frente e dentro da agência da CEF em José de Freitas

Tumulto em frente e dentro da agência da CEF em José de Freitas

No site do banco foi publicada uma nota esclarecendo que “o pagamento do programa Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo Governo Federal. A Caixa esclarece ainda que não procede a informação de que hoje seria o último dia para o pagamento do Bolsa Família”, diz a nota.

Segundo a Caixa, o calendário de pagamento pode ser consultado através do site e pelo telefone 0800 726 0101.

O Ministério do Desenvolvimento Social informou que o falso boato sobre a suspensão dos pagamentos do Bolsa Família chegou a pelo menos 12 estados. A falsa informação, já desmentida pelo governo, se espalhou em várias regiões do país e gerou tumulto, com beneficiários correndo às agências da Caixa para sacar dinheiro do programa.

Segundo o ministério, apesar dos saques feitos nesse sábado e domingo fora do previsto no calendário mensal por beneficiário do Bolsa Família, não haverá prejuízo para o orçamento do programa. Anualmente, o ministério divulga a data para cada inscrito no programa realizar o saque, com o objetivo de evitar que todos beneficiários recorram às agências bancárias e lotéricas no mesmo dia.

A polícia esteve no local para evitar exageros

A polícia esteve no local para evitar exageros

Neste domingo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, solicitou à Polícia Federal a abertura de inquérito para investigar a origem do falso boato. Em nota, o Ministério da Justiça disse que a PF já está investigando os fatos, que poderiam envolver “diferentes crimes”. “A determinação foi para que a apuração seja rigorosa  a fim de que se possa tomar com rapidez as medidas criminais cabíveis contra todos os envolvidos na origem e na divulgação destes boatos”, diz o comunicado.

Da Redação                                                      (Fonte: G1 /Fotos: jfagora)


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO