Portal Revista Opinião

Arrecadação do Detran do Piauí em 2010 foi de mais de 70 milhões

Matéria publicada em, 3 de abril de 2011

As despesas do Detran com pessoal, incluindo terceirizados, efetivos, comissionados e estagiários giram em torno de R$ 800 mil por mês.

Detran do Piauí arrecadou em 2010, somente com tributos, R$ 70.422.344,33. Este valor, que é bruto, é referente as 33 principais taxas cobradas pelos serviços, dentre elas: primeira CNH (R$ 172,53), renovação de mudança de categoria (R$ 138,45), CNH interior (R$ 172,53), credenciamento da CFC (R$ 251,34). Neste cálculo não estão inclusas taxas de editais, rendimento aplicação, Fenaseg, DPVAT, FDL e leilões. Com eles a arrecadação passa para R$ 75.308.591,75. A projeção de arrecadação do órgão para 2011 é de R$ 80 milhões.

As despesas do Detran com pessoal, incluindo terceirizados, efetivos, comissionados e estagiários giram em torno de R$ 800 mil por mês. A confecção de carteiras de habilitação – CNH e outros documentos, somados a digitalização e microfilmagem geram uma despesa de cerca de R$ 1,5 milhão por mês. Outra parte dos recursos vai para a confecção de documentos e despesas fixas, além disso, há envio de recursos para educação de trânsito e melhoria nas vias.

De acordo com o diretor geral do Detran no Piauí, Antônio Vasconcelos, todo o dinheiro cai na conta única do Estado, que é gerenciada pela secretaria de Fazenda – Sefaz. Com isso, todos os gastos realizados são comunicados à Sefaz. O diretor afirma também que 5% do valor das multas são revertidos em campanhas educativas. Sobre o valor das taxas cobradas, considerado alto por muitos, ele diz que está em estudo um projeto para a redução dos valores, ainda a ser aprovado.

“Fizemos um levantamento sobre esses valores e constatamos que existem duas ou três taxas que são mais caras do que em outros Estados. Mas já estamos tomando providências para que estes valores sejam reduzidos e para que as pessoas não se desloquem para outros locais”, destaca o Antônio Vasconcelos, complementando que o governador Wilson Martins já está ciente do assunto.

Fonte: gp1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO