Após cinco dias, operários da construção civil terminam a greve

Matéria publicada em, 20 de janeiro de 2012

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil – Sitricom – aprovou no final da tarde desta sexta-feira (20) o fim da greve deflagrada no início da semana. A categoria conseguiu reajuste salarial de 10% e o não desconto dos cinco dias de paralisação, além de outras vantagens.

Trabalhadores em protestos nas ruas de Teresina

 

A proposta já havia sido elaborada pela manhã em reunião com o Sindicato da Indústria da Construção Civil – Sinduscon – na sede do Ministério do Trabalho em Teresina. Apenas oito trabalhadores votaram contra o fim da paralisação, que na quinta-feira fechou a avenida Frei Serafim e terminou com uma pessoa presa e outra atropelada.

Os trabalhadores, que normalmente folgam na última segunda-feira de setembro por conta do Dia do Operário, agora terão de repor quatro ao invés de oito horas trabalhadas. Os dias parados na greve também serão repostos. As atividades serão retomadas na segunda-feira.

A única pendência da negociação diz respeito ao plano de saúde, que a categoria deseja ter concedido pelos empresários. A pauta deve ser discutida em nova audiência no Ministério do Trabalho.

Fonte: cidadeverde


Revista Opinião