ALEPI: Audiência Pública irá discutir proteção do bioma Caatinga

Matéria publicada em, 18 de janeiro de 2012

Na volta do recesso parlamentar, a Assembleia Legislativa do Estado realiza, no próximo dia 06 de fevereiro, uma audiência pública para discutir a promoção de políticas de proteção do Bioma Caatinga, além de debater a participação do Piauí na I Conferência de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga. A deputada estadual Liziê Coelho (PTB), que solicitou a realização da audiência, explicou que o objetivo desta Conferência, que irá ocorrer  em maio em Fortaleza, Ceará, será desenvolver políticas públicas de proteção a Caatinga.

Caatinga

No ano passado, o plenário da Casa aprovou projeto de lei de autoria da deputada, que determina a criação de uma Frente Parlamentar para a Defesa e Desenvolvimento do Bioma Caatinga e da Agricultura Familiar. De acordo com a proposta, a Frente será responsável por apresentar ações de proteção, preservação e conservação da Caatinga.

Liziê Coelho afirma que a Caatinga é um bioma tipicamente nordestino representando a principal fonte de renda do homem do campo, necessitando de políticas de preservação, que visem o desenvolvimento sustentável. “A Caatinga é um dos biomas brasileiros mais ameaçados pelo uso intempestivo dos recursos naturais. As maiores extensões de áreas em processo de desertificação no Brasil, com perda gradual de fertilidade do solo, estão localizadas no Semiárido, local onde se encontra a Caatinga, resultado da combinação do cultivo inadequado da terra às variações climáticas”, declarou.

A parlamentar defende o investimento em inovação tecnológica, como mecanismo que facilitem a irrigação. “O acesso à água ainda é a maior dificuldade do sertanejo piauiense. Entendemos que o homem do campo deve dispor destas tecnologias, para que a produção não dependa exclusivamente das chuvas irregulares desta região”, comentou.

Fonte: cidadeverde


Revista Opinião