Alagamentos de ruas e residências causam transtornos para moradores da zona urbana de José de Freitas

Matéria publicada em, 16 de janeiro de 2019

Da Redação do Revista Opinião

Com a chegada do período chuvoso varias famílias da zona urbana da cidade de José de Freitas, estão em situação precária e sofrendo bastante com ruas alagadas e residências embrejadas.

Moradores por exemplo da Rua Juarez Santos em pleno centro de José de Freitas, procuraram a imprensa, através do portal Revista Opinião, para mostrar a situação que estão vivendo, a rua e a área externa das residências estão tomada por águas das chuvas, gerando vários transtornos para as famílias. O catador Zé Neto, informou que já reclamou varias vezes ao poder Público Municipal mas até agora nenhuma providencia foi tomada, no sentido de amenizar o problema dos moradores.

Outra situação difícil acontece na Rua Miguel Fonseca, Bairro Santo Antônio, por trás do Hospital Nossa Senhora do Livramento, no local o problema não é diferente, moradores estão com suas casas embrejadas por conta do cumulo de água na rua, sendo necessário a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Infraestrutura tomar as providência para amenizar o sofrimento dos moradores.

As paredes da casa de um morador, está correndo o risco de desabar por conta das águas da chuva que invadiu o imóvel. Ainda de acordo com os moradores da mesma, toda vez que chove, aumenta o sofrimento e a preocupação das famílias com a possibilidade da água invadir as residências, Relatou um denunciante.

Vereador Pedro Gomes, atual Secretário de Infraestrutura do Município

A reportagem do Portal Revista Opinião entrou em contato com o Vereador Pedro Gomes, atual Secretário de Infraestrutura da Prefeitura de José de Freitas, e segundo ele, foi feito um melhoramento recentemente na Rua Miguel Fonseca, porém com a chegada do calçamento na Rua Presidente Kennedy, o nível da Rua Miguel Fonseca ficou mais baixo, provocando o acumulo de água na mesma.  Com relação às demais ruas da cidade que estão na mesma situação, a Prefeitura está com equipe tentando fazer os reparos nesses locais de alagamentos, mais está encontrado dificuldades por contas das fortes chuvas, impossibilitando o tráfego de caminhões e caçamba para pegar piçarras e aterrar as ruas que estão necessitando, explicou Pedro Gomes.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO