Portal Revista Opinião

ALAGAMENTO: Forte chuva alaga ruas e invade casas causando transtornos para familias em José de Freitas

Matéria publicada em, 4 de março de 2020

Por Chagas Silva

Uma forte chuva que caiu no final da tarde e início da noite desta terça-feira, 03 de Março 2020, provocou uma série de transtornos nunca visto antes em José de Freitas. A água alagou ruas e invadiu casas e comércios, deixando famílias inteiras desesperadas.

A REPORTAGEM do PORTAL REVISTA OPINIÃO percorreu vários pontos da cidade após a chuva, e constatou em loco a situação que alguns pontos e residências ficaram. Os dois casos mais grave, foi registrado na Rua Jaime Fortes, centro, um trecho da rua virou um verdadeiro mar d’água. O bueiro existente no local não comportou a quantidade de água e transbordou, alagando as residências do entorno.

A casa mais atingida foi a do mecânico Guilherme Luís, também conhecido por Macaquinho, o interior do imóvel ficou alagado, móveis, eletrodomésticos, roupas e outros pertences foram atingidos pela água. O mecânico contou que a situação foi de total desespero, inclusive sua esposa, Professora Isabel, chegou chorar de ver a água invadindo seu lar. Carros que tentaram passar pela rua, foram orientados a fazer o retorno e pegar outra via.

Outro ponto bastante atingido foi a Avenida João Gaioso, nas imediações do mercado público Municipal Estevam Alves, no local o córrego também não comportou o volume de água e transbordou. A água entrou na residência do funcionário da Ciretran de José de Freitas, Kalica. Um grande lago se formou próximo ao muro do antigo clube dos professores, um motoqueiro que arriscou passar, não conseguiu, a motocicleta ficou parcialmente submersa e não teve condições de seguir viagem.

Outros pontos registrados de alagamento em José de Freitas foram à Rua Gentil Freitas, próximo ao posto Kolumbia, Rua Jacob Sampaio Almendra, Bairro Santa Rosa. Avenida Joaquim Sampaio, ao lado da Praça de Eventos. As galerias da Rua Edgar Gaioso e Rua Antônio da Costa Carvalho, também transbordaram, poucas pessoas se arriscaram a passar pelos locais inundados.

Na zona urbana de José de Freitas, tivemos vários relatos e vídeos nas redes sociais de comércios e casas invadidas pela água da chuva, considera a mais forte do ano 2020 até o momento. Especialistas em terraplanagem informaram que já era previsto isso acontercer, por conta de construções irregulares e a falta de manutenção dos bueiros, facilitando a passagem da água sem dificuldades, evitando assim, alagamentos na cidade.

Confira fotos tiradas após a chuva de vários pontos alagados na cidade.

FOTOS: Revista Opinião


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO