Adiado o cancelamento das carteiras de abatimento de trabalhadores e estudantes da empresa São Joaquim

Matéria publicada em, 31 de março de 2011

Estava marcado para amanhã (01/04/11) o início da cobrança da tarifa inteira para trabalhadores e estudantes que se deslocam diariamente de José de Freitas a Teresina, ou seja, o fim das carteiras de abatimento.

Celson Bezerra em assembleia com os associados

Contudo, segundo informações de Celson Bezerra, presidente da Associação de Trabalhadores e Estudantes Usuários de Transporte Coletivo de José de Freitas (ATEUTEC), a empresa São Joaquim, detentora da linha de José de Freitas à Teresina, resolveu adiar o cancelamento das carteiras. Informa ainda que o adiamento teria se dado pelo fato de a Prefeitura Municipal de José de Freitas ter enviado um documento ao TCE/PI solicitando informações de qual seria a melhor  forma para a Prefeitura repassar o subsídio mensal de 8 mil reais para a empresa São Joaquim, sem comprometer a prestação de contas do município.

Segundo consta, a prefeitura teria um débito de cerca de 140 mil reais com a empresa, deixado ainda pela administração anterior, e o atual prefeito, em janeiro deste ano se comprometeu a quitá-lo e retomar o repasse mensal de subsídio para a tarifa reduzida de trabalhadores e estudantes junto à empresa São Joaquim, no entanto, dias depois alegou não ser possível fazer o repasse, deixando cerca de 2 mil usuários ameaçados de pagar a tarifa inteira, ou até de perderem o emprego ou abandonarem seus estudos por não poderem arcar com as despesas diárias.

A equipe do revistaopinião.com entrou em contato por telefone coma empresa São Joaquim e foi atendida por Remédios Barroso, filha do proprietário da empresa. Indagada se as carteiras de abatimento continuariam valendo, ela respondeu: “Vai continuar valendo, a tarifa continua reduzida, foi uma decisão de meu pai, em consideração a trabalhadores e estudantes, não tendo nada a ver com a prefeitura”.

“Não sei informar até quando (as carteiras) vão continuar valendo, mas os trabalhadores e estudantes podem viajar tranqüilos, que está valendo”, pontuou Remédios Barroso.

Já o presidente da ATEUTEC, Celson Bezerra, disse: “Estive hoje na CONPLAN (Escritório Jurídico e Contábil que assessora a prefeitura municipal de José de Freitas), com o Dr. Marcone, que me confirmou o envio do documento ao TCE, e tão logo obtenha resposta (do TCE), dará início aos entendimentos entre a ATEUTEC e a empresa São Joaquim. Amanhã voltarei lá para pegar cópias desta documentação, e se tudo der certo, em maio daremos início à renovação das carteiras”. 

Da redação


Revista Opinião