Portal Revista Opinião

Acusado de comprar bebê em Teresina, ex-deputado deve ter prisão preventiva decretada nesta semana

Matéria publicada em, 6 de novembro de 2011

Deve ser decretada nesta semana a prisão preventiva do ex-deputado paraibano Fausto Henrique de Oliveira, acusado de comprar um bebê de quase dois meses na cidade de Teresina.

Ex-deputado Fausto Henrique

O ex-deputado e pastor foi preso na quinta-feira (3) na cidade de Fortaleza e recambiado para Teresina na sexta-feira (4). A prisão preventiva foi solicitada pela Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) e deve vai estender o período de prisão do acusado. A DPCA ainda não sabe onde está a criança que está desaparecida há mais de uma semana, até agora a polícia acredita que o bebê está com uma mulher identificada como Michele.

O bebê foi raptado no dia 24 de outubro, quando apresentou problemas de saúde e mãe da criança iria levar ela para o hospital. Michele e o ex-deputado Fausto apareceram e disseram que levariam a criança para uma clínica. A menina nunca mais voltou, trazendo desespero para a família que imediatamente prestou queixa. A polícia agora faz diligências em Fortaleza para encontrar o bebê e a acusada Michelle.

Michele - foragida

 

A desempregada Mires da Silva Lima, 24 anos, mãe da bebê raptada em Teresina, nega que tenha vendido sua filha e faz apelo para encontrá-la e trazê-la de volta. Ontem (5) a criança, identificada como Vitória Raquel, completou dois meses de vida.

Da Redação                    Fonte: gp1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO