Acusado de assassinar ex-presidiário é posto em liberdade em José de Freitas

Matéria publicada em, 23 de fevereiro de 2018

CORONEL PINHEIRO PARA O REVISTA OPINIÃO

O cortador de cana Antônio Carlos de Oliveira, conhecido por “Pacu”, de 39 anos, acusado de assassinar  com uma perfuração de facão abaixo do pescoço, o ex-presidiário Francisco Alves Portela, conhecido por Chiquinho Maneiro, de 27 anos foi recentemente posto em liberdade pela justiça local.

Antônio Carlos de Oliveira foi preso na tarde  do dia (4 de janeiro de 2018) após ser apresentado na Delegacia da Polícia Civil de José de Freitas-PI, pelos advogados Luiz Eduardo Neves e Lucas Fontenele.

O crime ocorreu por volta das 6 horas da manhã do dia 1º de janeiro deste ano, no bairro Gusmão, na cidade de José de Freitas-PI, que fica a 48 km da capital do Piauí (Teresina).

Imagem Repórter Saraiva 

Antônio Carlos depois de interrogado pelo delegado Divanilson Sena, no dia da prisão  (4 de janeiro) recebeu voz de prisão, quando foi dado cumprimento a um mandado de prisão temporária contra ele que foi decretado pelo juiz Lirton Nogueira Santos, que atendeu a solicitação do próprio delegado Divanilson, que investiga o crime.

De acordo com informações  a vítima Chiquinho Maneiro e o acusado Antônio Carlos de Oliveira já haviam tido desentendimentos e ambos viviam se ameaçando, um dizendo que iria matar o outro. “Pacu” está na condicional e irá  responder o crime em liberdade.

 


Revista Opinião