Justiça autoriza mulher transexual de José de Freitas mudar oficialmente de nome

Matéria publicada em, 19 de junho de 2018

Por Chagas Silva Para o Revista Opinião

A radialista, professora e blogueira freitense, bastante conceituada e respeitada em todo município, Luciana Luty, residente na Rua Aitron Sena, em José de Freitas, após 4 anos de batalha, ganhou na justiça, o direto de mudar oficialmente de nome e gênero, através de um processo ingressado na comarca local.

Luciana é mulher transexual, a decisão favorável a mesma, foi do tribunal de justiça do Piauí (TJ), que permitiu a professora, a mudar de forma oficial, todos os documentos, nome e gênero para o feminino.

Luciana Luty, nasceu com a genitália masculina, porém sempre se indentificou com o gênero feminino, fazendo inclusive algumas transformações harmonas, através de silicone, ficando com o corpo feminino.

Atualmente com uma formação acadêmica consolidada, Pedagoga pela Universidade Federal do Piauí, Especialista em Decência de Ensino Superior, letrada em Inglês pela Famep, Funcionária Pública Municipal Efetiva, Professora de Faculdades na Área de Estágio e TCC, Radialista da Rádio Cidadania FM, Blogueira do Portal Realidade Em Foco, sendo assim, buscou seus direitos e conseguiu na justiça adequar sua mente aos seus documentos e corpo.

Luciana informou que o próximo passo, é a mudança do seu registro civil no cartório local, em seguida pretende mudar também definitivamente, todos os seus documentos oficiais como RG, CPF, carteira de trabalho, cartões de crédito, contratos e outros.

A blogueira disse ainda, se sente realizada, pois foi o primeiro passo para viver em conformidade com a lei vigente no Brasil, e que se sente privilegiada por ser a 1° mulher transexual a mudar de nome e de gênero em José de Freitas, este caso, deve servir de exemplo para outras mulheres transexual a lutarem por seus direitos como qualquer cidadão. Focou Lucina Luty para o portal Revista Opinião.


Revista Opinião